Aguarde, carregando...

Quem Somos

Associação Brasileira de Ortodontia e Ortopedia Facial - ABOR

A Associação Brasileira de Ortodontia e Ortopedia Facial – ABOR é uma instituição que desenvolveu e firmou-se como verdadeira representante dos especialistas de Ortodontia, bem como vem lutando para defender os interesses e ideais dos profissionais que fizeram esta especialidade respeitável e confiável..

Fundada em 25 de janeiro de 1994, primeiramente designada como Colégio Brasileiro de Ortodontia, passou posteriormente à denominação de "Associação Brasileira de Ortodontia e Ortopedia Facial - ABOR", a qual prima pela excelência dos profissionais, buscando participação na regulamentação do ensino da Ortodontia e trabalhando para o desenvolvimento da especialidade com seriedade e ética. A ideia da formação da associação é anterior a essa data. Já em 1977, Eros Petrelli publicou em editorial na revista "Ortodontia Paranaense" com a denominação de "Associação Brasileira de Ortodontia", a constituição dessa instituição.

Após 17 anos, a semente germinou e nasceu a entidade mater da Ortodontia brasileira. Estiveram presentes na sua fundação as Sociedades Gaúcha, Goiana, Mineira, Paranaense, Paulista e Pernambucana de Ortodontia

Fotografia da fundação da ABOR. Da esquerda para a direita, sentados: Gerson I. Köhler (Sociedade Paranaense de Ortodontia), Jairo Corrêa (Sociedade Paulista de Ortodontia), Eros Petrelli (Sociedade Paranaense de Ortodontia), Kurt Faltin Jr. (Grupo Brasileiro de Prof. de Ortodontia e Odontopediatria); em pé: Régis Rizzato (Sociedade Gaúcha de Ortodontia), Eustáquio Araújo (Sociedade Mineira de Ortodontia), Luciano Carvalho (Grupo Bras. de Prof. de Ortodontia e Odontopediatria), Deocleciano Carvalho (Sociedade Paulista de Ortodontia), Luis Garcia (Sociedade Pernambucana de Ortodontia), Rubens S. de Lima (Sociedade Paulista de Ortodontia), Jairo Curado de Freitas (Sociedade Goiana de Ortodontia) e João Grimberg (Sociedade Paulista de Ortodontia).*




Na oportunidade, foi eleita a Diretoria provisória composta dos seguintes profissionais:
» Eros Petrelli – Presidente
» Jairo Correa - Vice-Presidente
» Gerson I. Köhler – Secretário

A Associação recém criada tinha a finalidade de agrupar todas as entidades estaduais de Ortodontia e o Grupo de Professores de Ortodontia e Odontopediatra. Entre os objetivos constavam:

1. Reunir todas as sociedades estaduais em uma entidade nacional, respeitando, contudo, a sua autonomia;
2. Aprimoramento da pesquisa, ensino, educação e desenvolvimento da Ortodontia;
3. Programa de prevenção das anomalias dento-maxilo-faciais;
4. Aprimoramento da especialidade nos termos da legislação do país e do Conselho Federal de Odontologia – CFO;
5. Estimular a fundação de sociedades de Ortodontia nos Estados que ainda não a possuíam.

Em 1998 a ABOR criou o BOARD Brasileiro de Ortodontia e Ortopedia Facial (BBO) diante da necessidade de se estabelecer padrões de excelência clínica no exercício da especialidade. O BBO é a entidade que confere certificados de excelência de padrão clínico a especialistas membros da ABOR. As avaliações são feitas anualmente e são nos moldes do Board Americano de Ortodontia com provas teóricas e exames de casos clínico, possibilitando melhores referências e parâmetros à classe odontológica e à comunidade em geral (www.bbo.org.br). A Ortodontia é a primeira e única especialidade da área de saúde que possui um exame para certificação de profissionais quanto à excelência clínica.

A ABOR atualmente é constituída de 23 entidades estaduais, do Board Brasileiro de Ortodontia e do Grupo Brasileiro de Professores em Ortodontia e Odontopediatria. Em maio de 1995 se filiou à “World Federation of Orthodontists – WFO”, passando a representar a Ortodontia brasileira no cenário internacional.

A ABOR realiza a cada dois anos um Congresso Internacional de alto nível científico e conta com a participação de todas as entidades estaduais, visando a constante renovação e qualificação do profissional no exercício da atividade..

A ABOR foi designada pelo Conselho Federal de Odontologia – CFO – entidade consultora para assuntos atinentes à especialidade. Trabalhando em parceria com CFO nossa entidade busca a excelência na qualificação profissional, tornando-se base confiável para a sociedade, a qual pode consultar e obter referência sobre os profissionais, através de consulta direta no site www.abor.org.br e/ou www.abor.com.br .

A ABOR se dedica ainda a execução de campanhas voltadas à população em geral, no sentido de esclarecer sobre as competências da Ortodontia em relação aos tratamentos profiláticos, preventivos, interceptadores e corretivos das anomalias denominadas dentofaciais, bem como alertar para os perigos de um tratamento mal feito.

A ABOR é, atualmente, presidida pela Dra. Flávia Artese, mestre e doutora em Ortodontia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ); é diplomada pelo Board Brasileiro de Ortodontia e Ortopedia Facial; Professora Adjunta de Ortodontia da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ).

Quando e como surgiu a ortodontia no mundo e no Brasil?

A Ortodontia foi a primeira especialidade da Odontologia. Surgiu em 1900 com a criação do primeiro curso de especialização em Ortodontia, por iniciativa do Dr. Edward H. ANGLE (Estados Unidos), considerado o "Pai da Ortodontia".

No Brasil, a primeira referência oficial à Ortodontia é datada de 1856, no Decreto Lei nº. 1.764, que versava que para receber o título de "Dentista Aprovado", junto à Faculdade de Medicina, uma das matérias a ser dominada era justamente a "Ortopedia Dentária".

Possivelmente, o primeiro profissional a praticar a Ortodontia como especialidade no Brasil foi o Dr. Carlos Lustosa (Rio de Janeiro). Em 1920, ele foi para os EUA e, após dois anos de preparação, conseguiu ingressar na Angle School of Orthodontics. Retornou ao país em 1923 e publicou o livro intitulado A Orthodontia e a Criança.

Em 1919 a Ortodontia já fazia parte do programa de graduação com a denominação de "Ortodontia e Prótese dos Maxilares". A Odontologia era dependente das Faculdades de Medicina e conquistou sua independência em 1933. Até então, o aprendizado da Ortodontia como especialidade, era em consultórios particulares através de favores e estágios. Os especialistas eram autodidatas.

Foi o Dr. José Édimo Soares Martins, Patrono da Ortodontia Brasileira, quem impulsionou o ensino da Ortodontia no Brasil. Após seu curso de pós-graduação nos EUA, criou no Brasil, a primeira pós-graduação em Ortodontia em nível de Especialização, em 1958. Este é agora um departamento da UFRJ que já possui portanto mais de 50 anos de atuação na formação de especialistas, mestres e doutores em Ortodontia. Deu-se, assim, o início à especialidade da Ortodontia no Brasil.