Aguarde, carregando...

Esse conteúdo é exclusivo para associados ABOR.
Caso queira visualizar, faça seu login ou associe-se.

Login Associar-se
Voltar ao site

Quando a ortodontia fixa e a ancoragem esquelética interagem e se completam

23 de Novembro de 2019

Auditório da CIFARMA - GOIANIA/GO

 

A correção das más-oclusões resulta dos movimentos dentários e da remodelação ou reposicionamento esquelético nos três planos do espaço. Para entender os limites das modalidades de correções foi idealizado o envelope de discrepâncias, cujos limites quantitativos do movimento dentário, da correção ortopédica e cirúrgica ortognática são numericamente estimados. Em recente revisão este envelope agregaram-se as amplitudes de correção obtidas por meio da ancoragem esquelética. Por meio de casos clínicos serão detalhadas as formas de  correções das más-oclusões por meio da interação entre a biomecânica ortodôntica e os dispositivos transitórios de ancoragem. Esta apresentação tem por objetivo destacar a interação entre a mecânica ortodôntica e a ancoragem esquelética descrevendo alternativas de correções ortodônticas compensatórios que anteriormente não se obtinham ou dependiam da extrema colaboração do pacientes.

Objetivos:

Compreender as correções da Classe II, Classe III com o uso dos dispositivos transitórios de ancoragem (DTA);

Apresentar as recentes alternativas de correção da mordida aberta anterior esquelética contando com o auxilio dos DTA;

Entender a técnica de tratamento da discrepância transversal da maxilar por meio do uso de aparelhos expansores do tipo MARPE.

Seja um Associado

Associar

Nossas Redes Sociais

Endereço

Alameda Coronel Eugênio Jardim, 312, Quadra 218, Lote 13 - CEP 74.175-100 - SETOR MARISTA - GOIANIA/ GO

Contato

(62) 3092-1849 | (62) 98200-0030

faleconosco@aborgoias.com.br

aborgoias@gmail.com